Telefone:      (24) 9.9813-4330

Gestão de Risco

Título

Gestão de Risco


Descrição

Introdução; A evolução do Homem e do Risco; A evolução do prevencionismo; Erro Humano; O que é análise de risco?; Perigos; Probabilidade; Gravidade; Riscos; Termos e definições;
Processo de gerência de risco; Natureza dos riscos empresariais; Riscos especulativos; Riscos puros; Evolução da gerência de risco; Normas sobre gerenciamento de riscos; O processo de gerenciamento de riscos; Metodologia;
Identificação e análise de riscos; Identificação de riscos; Inspeção de segurança ou inspeção de riscos; Investigação de acidentes; Etapas envolvidas na investigação de um acidente. Fluxogramas;
Técnicas de identificação de perigos; Técnicas de incidentes críticos (TIC); What If/ E se...(WI); Exemplos da aplicação da técnica WI; What If/ Check list (WIC); Análise e revisão de critérios – APR;
Técnicas de análise de riscos; Análise preliminar de risco (APR); Análise de modos de falhas e efeitos - FMEA; Objetivos de FMEA; Aplicação da FMEA; Procedimentos utilizados; Análise da operabilidade de perigos (HAZOP); Exemplo de aplicação da metodologia HAZOP; Aplicação em processos contínuos; Aplicação em processos descontínuos; Exemplo de aplicação do HAZOP;
Técnicas de avaliação de risco; Análise de causa raiz - RCA; Análise de causa e consequência; O método dos cinco “porquês” – 5W; Diagrama de Árvore; Série de riscos - SR; Exemplos de análise a priori; Exemplos de análise a posteriori; Financiamento de riscos; Noções básicas e princípios de administração de seguros; Retenção e transparência de riscos; Retenção de riscos; Transferência de riscos; Decisão entre seguro e autosseguro; Definição do valor da franquia;
NR 25 Resíduos Industriais; Introdução e Definições; Gerenciamento de resíduos; Classificação; Destinação dos resíduos;


Objetivos

As empresas sempre buscam uma menor quantidade de erros em todos os seus processos. Dessa forma, todos os tipos de riscos que envolvem um processo devem ser minimizados. Com essa visão, oferecemos esse curso para os gestores e para toda a equipe de trabalho.
Temos como objetivo identificar os riscos do projeto e desenvolver estratégias para reduzi-los e, se possível, evitá-los.


Público Alvo

Esse curso destina-se a profissionais, estudantes e pesquisadores das mais diversas áreas de atuação e conhecimento. Para todos aqueles que desejam atualizar-se nos tópicos abordados, bem como aqueles que buscam desbravar novos horizontes em suas profissões, vidas e carreiras. O curso é destinado também àqueles que não atuam diretamente na área, mas estão interessados em agregar novos conhecimentos e aprendizado acerca dos temas relacionados.


Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 10004: Resíduos sólidos – Classificação. Rio de Janeiro, 2004.
ALBERTON, A. Uma metodologia para auxiliar no gerenciamento de riscos e na seleção de alternativas de investimentos em segurança. Programa de pós-graduação em engenharia de produção. Florianópolis: UFSC, 1996.
CASTRO, R. P. Apostila de gerenciamento de risco. Curso de pós-graduação em engenharia de segurança do trabalho. UNIP – Universidade Paulista, 2011. Disponível em: . Acesso em: 12 mar 2017.
CLÁUDIO, A. O método 5 “porquês”. Blog Espaço da Qualidade. 2012. Disponível em: . Acesso em: 07 mar. 2017.
COUTO, H. A. Comportamento seguro: 70 lições para o supervisor de primeira linha. Belo Horizonte: Ergo, 2009.
DE CICCO, F.; FANTAZZINI, M. L. Tecnologias consagradas de gestão de riscos: riscos e probabilidades. São Paulo: Séries Risk Management, 2003.
FOGUEL, F. H. S., FINGERMAN, N. N. Técnica do incidente crítico: reflexões sobre possibilidades de uso no campo da administração pública. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE PESQUISA E ESTUDOS QUALITATIVOS, 4, 2010, Universidade Federal Paulistana. Anais... Rio ClaroSP: UNESP, 2010. Disponível em: . Acesso em: 13 mar. 2017.
GUEIROS, S. Roteiro para uma investigação de acidente de trabalho. Blog NRFACIL, 2009. Disponível em: . Acesso em: 13 mar. 2017.
NETO. M. W. Como investigar acidentes de trabalho. Blog Segurança do Trabalho, 2012. Disponível em: . Acesso em: 14 mar. 2017.
RUPPENTHAL, J. E. Gerenciamento de Riscos. Rede e tec Brasil. Santa Maria- RS. 2013 Disponível em Acesso em 20 mar 2017.
SILVEIRA, C. C., GOMES, M. C. Ação corretiva: análise de causa raiz dos defeitos e proposta de um plano de ação. 2011. Disponível em: . Acesso em: 14 mar. 2017.

SOUZA, C. R. C. Análise e gerenciamento de riscos de processos industriais. Pós graduação em engenharia de segurança. UFF-Universidade Federal Fluminense, 2012. [Apostila]. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2017.
SOUZA, E. A. O treinamento industrial e a gerência de riscos: uma proposta de instrução programada. Programa de pós-graduação em engenharia de produção. Universidade Federal de Santa Catarina, 1995. Disponível em: . Acesso em: 20 mar 2017.
VALLE, C. E. Qualidade ambiental ISO 14000. São Paulo: SENAC, 2002


Duração

80hs


Prazo para conclusão

40 dias


Investimento

R$ 320,00 à vista ou em até 15x no cartão.




Matricule-se



Se tiver qualquer dúvida entre em contato (24) 9.9813-4330